Dicas para vender o carro pela internet

Novo elétrico da Nissan pode trazer bateria de estado sólido ao mercado
20 de junho de 2022
Curiosidade: Quando aconteceu o primeiro Salão do Automóvel de São Paulo?
24 de junho de 2022
Exibir tudo
Homem analisa carro para comprar

Anunciar um carro é muito mais fácil hoje em dia. O potencial de alcance de compradores através da internet é enorme, facilitando muito que o veículo consiga um novo dono. Mas algumas pessoas não tem conseguido bons resultados ao anunciar na internet. O que pode ser feito para otimizar os resultados? Confira estas dicas para vender o carro pela internet!

Anuncie em várias plataformas

Vender um produto de apenas uma unidade diretamente em múltiplos lugares ao mesmo tempo não é a melhor das ideias, já que mais de uma pessoa pode comprar o produto ao mesmo tempo. Mas não é isso que acontece ao anunciar um carro online – o veículo não pode ser comprado diretamente. Por isso, não tenha medo de anunciar em várias plataformas, como Mercado Livre, iCarros, WebMotors, Facebook e outros. Quanto mais amplo o leque, mais pessoas verão seu veículo.

Capriche nas fotos e vídeos

Não basta que seu carro seja bom, ele precisa parecer bom.Fotos e vídeos bem feitos não só ajudam a chamar a atenção dos interessados, mas também ajudam eles a avaliar parte da condição do veículo.

Para fazer boas fotos, limpe o carro com capricho e então o leve a um lugar bonito e bem iluminado, mas sem excesso de objetos ou detalhes no fundo, e fotografe com uma câmera de boa qualidade. Atualmente, isso é muito fácil, já que a maioria dos celulares tem boas câmeras. Sempre fotografe com a fonte de luz (como o sol) atrás de vocês, mas cuide para não gerar sombras.

Se seu carro precisa de um trato na estética, não esqueça que a Maquinária oferece serviços de polimento, cristalização, reparos, pintura e outros. Entre em contato com nossa equipe!

E lembre-se de fazer boas fotos do interior do carro também!

Descreva de forma detalhada e honesta

Diga tudo o que seu carro tem: modelo, ano, marca, motor, cor, número de portas, acessórios, revisões… e não esconda os defeitos.

Sabe aqueles anúncios de carros com vários anos de uso dizendo “nenhum detalhe, carro impecável!”? Bem, não necessariamente é mentira, mas será que um carro dessa idade vai estar mesmo sem nenhum detalhe?

Ser honesto na descrição do carro pode aumentar a sua chance de vender, já que o comprador saberá que não está comprando um carro ‘maquiado’, e permite que se prepare para as despesas que terá com os consertos.

Considere fazer um laudo do veículo

O laudo não é obrigatório, mas aumenta muito a segurança do comprador e as chances de venda. O laudo mostra como está a estrutura do carro e diz se ele já foi batido, roubado ou recuperado de leilão.

Peça um valor justo

Leve em conta a FIPE, o estado de conservação, as melhorias que foram feitas nele e o histórico do veículo – como ter tido apenas um dono – para definir o quanto você pode pedir por ele.

Lembre-se de ter equilíbrio, já que preço exagerado pode fazer com que os interessados nem sequer abram seu anúncio.