Você sabe o que é a micro pintura automotiva?

Manutenção de veículo: conheça os 4 tipos que existem!
30 de setembro de 2019
Polimento e cristalização automotiva
Polimento e cristalização automotiva: você sabe a diferença?
28 de outubro de 2019

Garantindo mais praticidade e economia para os proprietários dos veículos e agregando mais competitividade para os prestadores de serviços, o segmento de reparação automotiva está cada vez mais avançado, variado e minucioso!

A micro pintura automotiva se destaca nesse cenário, já que é capaz de resolver rapidamente defeitos e avarias na pintura que surgem durante o dia a dia, conferindo vantagens não só para os consumidores, mas também para as próprias funilarias. 

Descubra, a seguir, o que é essa técnica, quando ela é indicada, como é feita a sua aplicação, quais são os seus principais benefícios e eventuais contraindicações. Continue a leitura!

O que é micro pintura automotiva?

A micro pintura automotiva é uma técnica de reparo que dispensa os processos pesados e agressivos tradicionalmente utilizados nos processos de pintura de automóveis, como raspagens e lixamentos.

Ela serve para esconder pequenas marcas, riscos ou arranhões que surgem na lataria e comprometem a aparência do veículo.

Para evitar todo o trabalho, espera e os grandes gastos impostos pela pintura tradicional, ela visa apenas a aplicação de uma leve camada de tinta sobre a avaria.

O processo da micro pintura automotiva deve ser feito exatamente sob o defeito que se pretende corrigir. Isso porque, apesar de mais rápida e prática, a técnica é também extremamente minuciosa e exige muito preparo profissional.

Quando ela é indicada?

Como descrevemos anteriormente, a micro pintura automotiva deve ser feita apenas sob pequenas avarias.

Quando tratamos sobre grandes amassados, arranhões profundos ou mesmo batidas, ela deve ser descartada, dando lugar para trabalhos completos de funilaria ou martelinho de ouro.

Trata-se de um processo artesanal, feito após pequenos problemas do cotidiano, que apesar de pequenos, acabam influenciando na aparência externa do veículo e, consequentemente, no seu valor.

Entre as situações mais comuns do dia a dia em que a pintura pode ser levemente avariada, estão casos como:

– Arranhões provocados por pedrinhas soltas no pavimento

– Pequenas encostadas ou arranhões durante manobras em espaços muito estreitos

– Marcas provocadas por cães, gatos ou outros animais de estimação quando se apoiam sob a lataria do carro

– Riscos nas maçanetas do veículo provocados pelo atrito com unhas muito grandes, geralmente de mulheres

– Choques leves com outros veículos, principalmente em balizas

– Encostadas ou pequenos arranhões com carrinhos de compras nos estacionamentos de supermercados

– Riscos e arranhões em geral.

Em poucas palavras, a micro pintura automotiva é uma forma de solucionar pequenos riscos e avarias, com a principal finalidade de evitar serviços mais complexos de funilaria e não agredir a pintura.

Como esse tipo de pintura é feita?

Como a técnica de micro pintura automotiva foi desenvolvida especialmente para diminuir os processos normalmente empregados durante a funilaria, é preciso que ela seja feita de maneira extremamente minuciosa e com muita pericia pelo pintor.

Toda a peça restaurada precisa permanecer a mesma, com exceção da área restaurada, em que a tinta é aplicada precisamente para a sua correção.

Para que não exista a necessidade de que todo o local reparado seja removido do veículo, muitas funilarias aplicam um adesivo na peça em questão, isolando apenas a avaria que será pintada, evitando que a tinta vaze ou seja espirrada em outros pontos.  

De maneira prática, a micro pintura automotiva pode ser realizada por meio de dois métodos, que são:

Spot Repair

Essa é a forma de aplicação da técnica que mais se assemelha aos processos de pintura feitos tradicionalmente nas funilarias.

No Spot Repair, também são empregadas lixas durante o processo de preparação, utilizada a pistola de ar comprimido para a pintura e o verniz para o acabamento.

A diferença é que o serviço é aplicado somente nos locais em que foram sofridas a avarias, sem que toda a peça seja pintada e restaurada.

Aerógrafo

Semelhante a uma caneta, o aerógrafo é um equipamento que substitui o uso da pistola de ar, permitindo uma aplicação direta da tinta sobre o risco ou arranhão.

Além de ser muito mais preciso que a pistola, ele também é mais fácil de manusear, garantindo um melhor acabamento para os serviços realizados.

Sua precisão é tamanha que, inclusive, dispensa o processo prévio de lixamento, tornando toda a pintura muito mais prática.

Quais são os seus principais benefícios?

Muitos são os benefícios para quem opta pelo processo de micro pintura automotiva!

O primeiro é o preço, que sempre é muito menor do que aquele cobrado pela reparação de peças inteiras na pintura tradicional.

Trata-se também de um processo muito mais rápido, que não exige longas esperas dos proprietários. De acordo com o perfil de cada caso e com a demanda da funilaria, os reparos podem levar no máximo duas horas.

Por fim, com a micro pintura automotiva, o aspecto da lataria e a aparência do veículo é mais alinhada aos padrões de fábrica. Com a minucia do reparo, é eliminada a percepção de que o carro passou por reforma ou reparos.

Existem contraindicações para a micro pintura automotiva?

Apesar de todas as vantagens descritas até aqui, a técnica de micro pintura automotiva também conta com algumas contraindicações, por isso é preciso ficar atento antes de optar por esse tipo de serviço!

Como sua aplicação é mais indicada para automóveis cinzas, pretos ou de outras tonalidades mais escuras, é preciso evitá-la caso o seu carro seja muito claro, pois eventuais marcas podem aparecer.

Além disso, caso a pintura do seu veículo esteja muito antiga, descascando ou mesmo ressacada, a técnica também precisa ser evitada, já que não solucionará o problema e ainda deixará os reparos aparentes. O mesmo é válido para pinturas enferrujadas.

Por fim, é preciso lembrar que a micro pintura visa apenas o reparo de pequenas avarias. Por isso não deve ser utilizada na restauração de grandes áreas, como portas, teto ou mesmo capô.

Quer ficar por dentro de ainda mais novidades para garantir os melhores cuidados para o seu veículo? Então continue acompanhando o nosso conteúdo exclusivo! Se tiver interesse, entre em contato conosco e solicite um orçamento sem compromisso!